segunda-feira, 30 de junho de 2014

4) O Que Achei de: TOLEDO

Olá, tudo bem? ^^

Dando continuidade à minha série sobre cidades que já visitei, vou falar agora sobre a pequena cidade de Toledo, na Espanha.

Como em outras cidades, eu tive o prazer de visitar por duas vezes e vou falar de cada uma dessas experiências. Vamos lá? :)

Toledo
Entrada do "reino encantado", rs, dessa cidade que eu adoro!

Na primeira vez que estive em Toledo, eu estava sozinha e foi no final do ano de 2009. Nem estava nos meus planos conhecê-la, e, pra ser sincera, eu nem sabia que ela existia.

A ideia de ir lá aconteceu quando eu estava viajando pela Espanha e entrei num fórum da internet, durante a viagem mesmo, perguntando onde valia a pena ir no país. 

Uma pessoa disse que eu deveria aproveitar para conhecer Toledo, já que estava bem perto de lá.

A pequena cidade, que fica a uns 40 minutos de bus da capital Madrid, é um daqueles lugares que a gente faz um day trip, ou seja, bate e volta no mesmo dia.


Toledo 2
Subindo pelas ladeiras da cidade e admirando as construções seculares...

É muito fácil e sossegado ir e vir de Toledo. Pega-se o bus numa estação em Madrid e a combinação de ida+volta custa uns 10 euros por pessoa (valor de 2014). 

Tem saídas de um lugar para o outro a quase cada meia hora e, justamente por ser uma day trip movimentada, os ônibus vão mais cheios no começo da manhã e no final da tarde.

Há também a opção de ir de trem, mas essa alternativa eu ainda não experimentei.

Vou dizer logo: Eu adoro Toledo.  Logo que cheguei lá, fiquei encantada: parece um daqueles reinos que a gente sempre leu e viu nos contos de fadas, foi essa a sensação que tive.

Toledo 3
A Praça Maior (Praça de Zocodover) é bem movimentada e de onde saem os trenzinhos de passeios turísticos; há muitos grupos de estrangeiros, assim como senhorzinhos locais jogando gamão.

Tem aquela muralha forte, robusta, aquelas entradas enormes, aquelas ruelas estreitinhas, aquele clima misterioso, subidas e descidas (lá é uma cidade alta, tipo Olinda e Ouro Preto), um silêncio completo em algumas partes, uns belos jardins, umas pontes sobre o Rio Tajo (que é o Tejo e desemboca lá em Lisboa!!), aquelas casinhas antigas, coladas umas nas outras, com sacadas em metal, madeira e vidro e plaquinhas de "Seguro contra Incêndio", umas vistas lindas, a história de Dom Quixote de La Mancha e Sancho Pança (de Miguel de Cervantes) dando o tom do passeio, as capelas, os museus (inclusive o de El Greco), as influências árabe e judaica...


Toledo 4
As ruas apertadas e as sacadinhas comuns na cidade...

Toledo não é um lugar para quem gosta de viajar no clima de "agito". Lá é para você ir com calma, se deliciando com as descobertas que vai fazendo ao longo do caminho.

Aconselho fortemente estar com tênis nos pés e disposição no corpo inteiro, pois você vai precisar estar bem e confortável para encarar um dia inteiro de caminhadas em ladeirinhas...


Toledo 5
O Rio Tejo que passa pela cidade medieval

Mas, olha, vale tanto a pena chegar, por exemplo, lá no alto ou perto da Ponte de San Martin, sentar num banco de madeira embaixo das árvores e admirar a paisagem numa tarde linda {supiros...}. Foi um dos lugares onde mais tirei fotos.

Essa foi a minha primeira visita, em 2009, no dia no meu aniversário de 28 anos. 

Agora, vou falar da minha segunda ida à Toledo, em 2014, quase 5 anos depois.

Fui com a minha mãe, porque achei que ela não podia deixar de conhecer a "cidade-reino" que tinha me encantado tanto. Mas não sei se foi a escolha mais acertada.

Saímos muito cedo de Madrid e só quando chegamos a Toledo é que paramos para tomar o café da manhã numa lanchonete ali por trás da estação de autobus, onde desembarcamos. Tínhamos vindo num bus lotadinho por conta do horário e, como era época de inverno na Europa, Toledo estava bem geladinha e com bastante vento.

Para quem não sabe, minha mãe é o tipo da viajante que: odeia ladeiras e adora lojinhas. Como tem muitas lojinhas subindo ladeiras, ela seguiu bravamente, hahahaha!


Toledo 6


Mas como a idade chama, não demorou muito e os pés dela começaram a doer. Pra piorar a situação, eu, com meu gosto por me perder de propósito no velho mundo, fiz ela ficar com raiva, começou a garoar e o nosso passeio por Toledo foi reduzido.

Como minha mãe ficava evitando a gente ter uma refeição decente por não querer gastar em euros, antes de irmos embora, tomamos um café com batatas tipo ruffles (juntando isso com o esforço físico e a garoa que pegamos, dava pra ter resfriado facinho - mas, graças a Deus, ao chegarmos em Madrid, tivemos um jantar de rainhas num all you can eat perto da Praça do Sol).

Toledo 7
A Catedral (antes era a mesquita da cidade)

Dessa vez, tirei bem menos fotos por lá. Por nos perdermos e ela ficar de mau humor e cansada e chover e o frio e tals... acabamos não passando pelos mesmos lugares legais que eu passei quando fui sozinha cinco anos antes. Quer dizer, passamos por alguns, mas não todos.

Fora que, da primeira vez, eu passei umas 8 horas batendo perna em Toledo e, dessa segunda vez com a minha querida mãe, foram no máximo 3 horinhas. Saímos de lá exaustas e ela ainda queria ficar comprando besteiras nas lojinhas da estação de bus. Eu reclamei disso e depois ela passou uns 10 dias da viagem reclamando que eu não deixei ela comprar um casaco barato lá... #hajapaciencia

Acho que ela não gostou muito de Toledo... e, honestamente, nem pareceu muito o mesmo lugar que eu fui antes por causa do clima (antes eu tinha ido no Outono) e da companhia. Além disso, também achei a cidade com um jeito sofrido agora nesse ano. Havia placas de aluga-se por toooda parte.


Toledo 8


Um fato engraçado que aconteceu com a minha mãe lá foi que, como eu tinha dito que era a cidade da história de Dom Quixote, ela se meteu a perguntar a um senhorzinho de uma loja onde ficava a casa dele e a do Sancho Pança!!! O velho riu da cara dela com todos os seus dentes estragados e disse que ela fosse se informar melhor, pois essa história se trata de ficção; eles não existiram de verdade! Hahahahahaha!


Toledo 9
Uma das vistas de ponto mais alto da cidade

Bom, eu indico demais a ida a Toledo, com ou sem companhia e em qualquer estação do ano, com ou sem crise na Europa. É um lugar lindo, que merece ser preservado e visitado sempre.

Se eu iria uma terceira vez lá? Com certeza! Até cogitei morar lá com os aluguéis tão baratos... ;)


Para saber mais sobre Toledo:

Wikipedia: http://pt.wikipedia.org/wiki/Toledo
Site Oficial da Cidade: http://www.toledo-turismo.com/en/visiting-the-city_1

Beijos, até o próximo post sobre outra cidade!

M.

P.S.: As fotos que coloquei aqui são "fotos das fotos". Como quase não fiz fotos lá com o celular e sim com a câmera, abri as fotos no computador e cliquei com o cel, pois o editor pra deixar minhas fotos no mesmo padrão está nele. As fotos são minhas e recentes, da última viagem, agora em 2014, ok? ^^)


2 comentários:

Renata disse...

Essas ruas estreitas são a cara de Veneza...um charme né ? Bjos e otimo final de semana

M. M. disse...

Oi, Rê!
É mesmo, Veneza também é toda repleta de ruas estreitas... Aliás, vou escrever sobre essa cidade nas próximas postagens! Acompanha ;)
Beijos!
M.